Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Proibida a exigência de depósito para

internamento de doentes em urgência

 

Foi publicada no DIÁRIO DA REPÚBLICA em 09/01/2002, a Lei nº 3359 de 07/01/02, que dispõe:

Art.1° - Fica proibida a exigência de depósito de qualquer natureza, para possibilitar internamento de doentes em situação de urgência e emergência, em hospitais da rede privada.
art. 2° - Comprovada a exigência do depósito, o hospital será obrigado a devolver em dobro o valor depositado, ao responsável pelo
internamento.
art. 3° - Ficam os hospitais da rede privada obrigados a dar possibilidade de acesso aos utentes e a afixarem em local visível a
presente lei.
art. 4° - Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.

Não deixe de informar os seus amigos. Uma lei como esta, que deveria ser divulgada, está praticamente escondida da população!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Fraseologia popular digna de ser lida

por alho_politicamente_incorreto, em 27.02.10

Conclusões morcónicas

"Tenho esta comichão na perseguida porque o meu marido tem uma infecção na ponta da natureza."

Carlos Barreira da Costa, médico Otorrinolaringologista da mui nobre eInvicta cidade do Porto, decidiu compilar no seu livro "A Medicina na Voz do Povo", com o inestimável contributo de muitos colegas de profissão, trinta anos de histórias, crenças e dizeres ouvidos durante o exercício desta peculiar forma de apostolado que é a prática da medicina.

 Atentemos em alguma jóias deste tão pouco conhecido léxico:

“Venho aqui mostrar a parreca.”
“A minha pardalona está a mudar de cor.”
“Às vezes prega-se-me umas comichões nas barbatanas.”
“Tenho esta comichão na perseguida porque o meu marido tem uma infecção na ponta da natureza.”
“Fazem aqui o Papa Micau (referindo ao teste Papanicolau)?”
“Quantos filhos teve? - pergunta o médico.”
“Para a retrete foram quatro, senhor doutor, e à pia baptismal levei três.”
“Apareceu-me uma ferida, não sei se de infecção se de uma foda mal dada.”
“Tenho de ser operado ao stick. Já fui operado aos estículos.”
“Quando estou de pau feito... a puta verga.”
“O Médico mandou-me lavar a montadeira logo de manhã.” 
 
AS DORES DA COLUNA E DO APARELHO MUSCULAR E ESQUELÉTICO SÃO DIFÍCEIS DE SUPORTAR
 
“Metade das minhas doenças é desfalsificação dos ossos e intendência para a tensão alta.”
“O pouco cálcio que tenho acumula-se na fractura.”
“Já tenho os ossos desclassificados. “
“Além das itroses tenho classificação ossal.”
“O meu reumatismo é climático.”
“É uma dor insepulcrável. “
“Tenho artroses remodeladas e de densidade forte. “
“Estou desconfiado que tenho uma hérnia de escala.” 
 
O PORTUGUÊS BEBE E FUMA MUITO E DESCULPA-SE COM FREQUÊNCIA
 
“Tomo um vinho que não me assobe à cabeça.”
“Eu abuso um pouco da água do Luso.”
“Não era ébrio nato mas abusava um pouco do álcool.”
“Fujo dos antibióticos por causa do estômago. Prefiro remédios caseiros, a aguardente queimada faz-me muito bem. “
“Eu sou um fumador invertebrado.” 
  
 O APARELHO DIGESTIVO ORIGINA SEMPRE MUITAS QUEIXAS
 
“Fui operado ao panquecas. “
“Tive três úlceras: uma macho, uma fêmea e uma de gastrina.”
“Ando com o fígado elevado. Já o tive a 40, mas agora está mais baixo.”
“Eu era muito encharcado a essa coisa da azia.”
“Senhor Doutor, a minha mulher tem umas almorródias que, com a sua licença, nem dá um peido.”
“Tenho pedra na basílica.”
“O meu marido está internado porque sangra pela via da frente e pinga pela via de trás.”
“Fizeram-me um exame que era uma televisão a trabalhar e eu a comer papa.”
“Fiz uma mamografia ao intestino. “
“O meu filho foi operado ao pence (apêndice) mas não lhe puseram os trenós (drenos), encheu o pipo e teve que pôr o soma (sonda).” 
 
OS MEDICAMENTOS E OS SEUS EFEITOS PRESTAM-SE ÀS MAIORES CONFUSÕES
 
“Ando a tomar o Esperma Canulado - Espasmo Canulase”
“Tenho cataratas na vista e ando a tomar o Simião – Sermion”
“Andei a tomar umas injecções de Esferovite - Parenterovit “
“Era um antibiótico perlim pim pim mas não me fez nada – Piprili”
“Agora estou melhor, tomo o Bate Certo – Betaserc”
“Tomo o Sigerom e o Chico Bem - Stugeron e Gincoben”
“Ando a tomar o Castro Leão – Castilium”
“Tomei Sexovir – Isovir”
“Tomo uma cábulas à noite.”
“Tomei uns comprimidos jaunes, assim amarelados. “
“Tomo uns comprimidos a modos de umas aboborinhas.”
“Receitou-me uns comprimidos que me põem um pouco tonha.”
“Estava a ficar com os abéticos no sangue.”

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quem avisou os visados?

por alho_politicamente_incorreto, em 26.02.10

Procuradoria é suspeita de

ter alertado os visados do processo

‘Face Oculta’ de que estavam sob escuta

 

"A fuga de informação no inquérito Face Oculta – que, conforme o SOL já revelou em anteriores edições, permitiu a Armando Vara e a outros arguidos mudarem de telemóveis para ludibriar a Justiça – ocorreu a partir do momento em que o Departamento de Investigação e Acção Penal (DIAP) de Aveiro informou a Procuradoria-Geral da República, em Lisboa, na manhã de 24 de Junho de 2009, da primeira certidão que tinha emitido para que fosse aberto um inquérito a José Sócrates. Esta é a conclusão óbvia que se retira, analisando algumas datas-chave do processo Face Oculta.
Recorde-se que este processo – que tem como principal arguido o empresário de Ovar, Manuel Godinho, suspeito de ter criado uma associação criminosa para, através de actos de corrupção e tráfico de influências, ganhar concursos públicos na área da recolha e tratamento de resíduos industriais – iniciou-se em 2008.
As primeiras escutas a Godinho verificaram-se em finais de Janeiro de 2009, alargando-se  progressivamente aos outros arguidos no caso.
No dia 23 de Junho, o procurador coordenador da investigação no DIAP de Aveiro, João Marques Vidal, assinou a primeira certidão, de crime de atentado contra o Estado de Direito por manipulação da comunicação social.
No dia seguinte, 24, Marques Vidal e o procurador-distrital de Coimbra, Braga Themido, deram conta do assunto ao procurador-geral da República (PGR), Pinto Monteiro. E entregaram em mão essa certidão."
paula.azevedo@sol.pt e felicia.cabrita@sol.pt

Autoria e outros dados (tags, etc)

 

Contra a escola-armazém
 Por Daniel Sampaio (in Jornal PÚBLICO)

Merece toda a atenção a proposta de escola a tempo inteiro (das 7h30 às 19h30?), formulada pela Confederação Nacional das Associações de Pais (Confap). Percebe-se o ponto de vista dos proponentes: como ambos os progenitores trabalham o dia inteiro, será melhor deixar as crianças na escola do que sozinhas em casa ou sem controlo na rua, porque a escola ainda é um território com relativa segurança.
Compreende-se também a dificuldade de muitos pais em assegurarem um transporte dos filhos a horas convenientes, sobretudo nas zonas urbanas: com o trânsito caótico e o patrão a pressionar para que não saiam cedo, será melhor trabalhar um pouco mais e ir buscar os filhos mais tarde.
Ao contrário do que parecia em declarações minhas mal transcritas no PÚBLICO de 7 de Fevereiro, eu não creio à partida que será muito mau para os alunos ficar tanto tempo na escola. Quando citei o filme Paranoid Park, de Gus von Sant, pretendia apenas chamar a atenção para tantas crianças que, na escola e em casa, não conseguem consolidar laços afectivos profundos com adultos, por falta de disponibilidade destes. É que não consigo conceber um desenvolvimento da personalidade sem um conjunto de identificações com figuras de referência, nos diversos territórios onde os mais novos se movem.
O meu argumento é outro: não estaremos a remediar à pressa um mal-estar civilizacional, pedindo aos professores (mais uma vez...) que substituam a família? Se os pais têm maus horários, não deveriam reivindicar melhores condições de trabalho, que passassem, por exemplo, pelo encurtamento da hora do almoço, de modo a poderem chegar mais cedo, a tempo de estar com os filhos? Não deveria ser esse um projecto de luta das associações de pais?

Importa também reflectir sobre as funções da escola. 
Temos na cabeça um modelo escolar muito virado para a transmissão concreta de conhecimentos, mas a escola actual é uma segunda casa e os professores, na sua grande maioria, não fazem só a instrução dos alunos, são agentes decisivos para o seu bem-estar: perante a indisponibilidade de muitos pais e face a famílias sem coesão onde não é rara a doença mental, são os promotores (tantas vezes únicos!) das regras de relacionamento interpessoal e dos valores éticos fundamentais para a sobrevivência dos mais novos.
Perante o caos ou o vazio de muitas casas, os docentes, tantas vezes sem condições e submersos pela burocracia ministerial, acabam por conseguir guiar os estudantes na compreensão do mundo. A escola já não é, portanto, apenas um local onde se dá instrução, é um território crucial para a socialização e educação (no sentido amplo) dos nossos jovens. Daqui decorre que, como já se pediu muito à escola e aos professores, não se pode pedir mais: é tempo de reflectirmos sobre o que de facto lá se passa, em vez de ampliarmos as funções dos estabelecimentos de ensino, numa direcção desconhecida. Por isso entendo que a proposta de alargar o tempo passado na escola não está no caminho certo, porque arriscamos transformá-la num armazém de crianças, com os pais a pensar cada vez mais na sua vida profissional.
A nível da família, constato muitas vezes uma diminuição do prazer dos adultos no convívio com as crianças: vejo pais exaustos, desejosos de que os filhos se deitem depressa, ou pelo menos com esperança de que as diversas amas electrónicas os mantenham em sossego durante muito tempo.

Também aqui se impõe uma reflexão sobre o significado actual da vida em família: para mim, ensinado pela Psicologia Psiquiatria de que é fundamental a vinculação de uma criança a um adulto seguro e disponível, não faz sentido aceitar que esse desígnio possa alguma vez ser bem substituído por uma instituição como a escola, por melhor que ela seja.Gostaria, pois, que os pais se unissem para reivindicar mais tempo junto dos filhos depois do seu nascimento, que fizessem pressão nas autarquias para a organização de uma rede eficiente de transportes escolares, ou que sensibilizassem o mundo empresarial para horários com a necessária rentabilidade, mas mais compatíveis com a educação dos filhos e com a vida em família.

Aos professores, depois de um ano de grande desgaste emocional, conviria que não aceitassem mais esta "proletarização" do seu desempenho: é que passar filmes para os meninos depois de tantas aulas dadas - como foi sugerido pelos autores da proposta que agora comento - não parece muito gratificante e contribuirá, mais uma vez, para a sua sobrecarga e para a desresponsabilização dos pais.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

"A razão é a inteligência em exercício;

a imaginação é a inteligência em erecção"

(Victor Hugo)

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

»Sabe que existir existe e não se explica, (...)»

por alho_politicamente_incorreto, em 24.02.10

A Criança que

Pensa em Fadas

Foto de Verme

 

A CRIANÇA que pensa em fadas e acredita nas fadas
Age como um deus doente, mas como um deus.
Porque embora afirme que existe o que não existe
Sabe como é que as cousas existem, que é existindo,
Sabe que existir existe e não se explica,
Sabe que não há razão nenhuma para nada existir,
Sabe que ser é estar em algum ponto
Só não sabe que o pensamento não é um ponto qualquer.

Alberto Caeiro, in "Poemas Inconjuntos"
Heterónimo de Fernando Pessoa

Autoria e outros dados (tags, etc)

Para o caso de alguém se ter esquecido

por alho_politicamente_incorreto, em 23.02.10

Aluguer de contadores de água,

luz e gás acaba no mês de Maio


Os consumidores vão deixar de pagar os alugueres de contadores de água, luz ou gás a partir de 26 de Maio próximo. Nesta data entra também em vigor a proibição de cobrança bimestral ou trimestral destes serviços, segundo um diploma (Lei n.º 12/2008) publicado na edição do Diário da República.
A factura de todos aqueles serviços públicos vai ser obrigatoriamente enviada mensalmente, evitando o acumular de dois ou três meses de facturação, indica a Lei 12/2008, publicada no boletim oficial e que altera um diploma de 1996 sobre os ‘serviços públicos essenciais’.
A nova legislação passa a considerar o telefone fixo também como um serviço essencial e inclui igualmente nesta figura as comunicações móveis e via Internet, além do gás natural, serviços postais, gestão do lixo doméstico e recolha e tratamento dos esgotos.
O diploma põe fim à cobrança pelo aluguer dos contadores feita pelas empresas que fazem o abastecimento de água, gás e electricidade.
Também o prazo para a suspensão do fornecimento destes serviços, por falta de pagamento, passa a ser de dez dias após esse incumprimento, mais dois dias do que estava previsto no actual regime.
Outra mudança importante é o facto de o diploma abranger igualmente os prestadores privados daqueles serviços, classificando-os como serviço público, independentemente da natureza jurídica da entidade que o presta. O diploma publicado, para entrar em vigor a 26 de Maio, proíbe também a cobrança aos utentes de qualquer valor pela amortização ou inspecção periódica dos contadores, ou de ‘qualquer outra taxa de efeito equivalente’.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Deputada do PS já dá nas vistas

por alho_politicamente_incorreto, em 22.02.10

Inês de Medeiros escreve para

revista de Rui Pedro Soares

                                           Foto de Enric Vivies-Rubio

 

Soube-se agora de um facto deveras... curioso envolvendo a deputada  socialista Inês de Medeiros, nascida em 1968 em Áustria de Viena. Na verdade, Inês é colaboradora, desde 2008, da revista "Relance", propriedade de Rui Pedro Soares, ex-administrador da PT e alegadamente visado no processo "Face Oculta".

A cineasta - que, a partir de 1995, divide a sua vida entre Paris e Lisboa (que chatice pá!) - terá entretanto - percebido o delicado melindre da questão e decidiu solicitar um parecer à Comissão de Ética para saber se o seu cargo de deputada se limitará exclusivamente à actividade regulamentar.

Reconheço que começa a enfadar-me aquela aparente superioridade moral e intelectual de uns quantos proto-arautos da honestidade e da transparência na coisa pública. Há coisas que não se perguntam. A senhora deputada (já) deveria porventura saber que a ética funda-se na consciência, tendo por alicerces os Valores e os Princípios. Como afiançou Pierre Reverdy, em "Le livre de mon bord", »a ética é a estética de dentro»...

Autoria e outros dados (tags, etc)

Segredo de Justiça, privacidade, mails, escutas...

por alho_politicamente_incorreto, em 21.02.10

 

Mais uma semana no

país do "Nem-Nem"

A última semana foi farta em revelações, episódios e habilidades que me apoquentam ao ponto de me sentir enojado com semelhante rosário de hipócritas obscenidades.

 

1.º) A divulgação, em capítulos aparentemente seleccionados, do parecer de arquivamento do PGR às escutas remetidas pelos magistrados de  Aveiro pareceu - pasme-se - coincidir com a "piquena" intervenção do Primeiro-Ministro (PM) ao país, suportada em dois telepontos estrategicamente direccionados para verbalizar um conjunto de esperados clichés que nada acrescentaram ao que o engenheiro havia garantido em momentos anteriores.

Entretanto e por muito estranho que tal se afigure, o aparelho do PS não veio a terreiro clamar a mais veemente indignação por tão grosseira violação do Segredo de Justiça no Jornal de Notícias. Ao que constará, só haverá violação quando se revelam escutas comprometedoras. Quando excertos de decisões judiciais são favoráveis à versão mecanicamente repetida pela facção que suporta o PM, tudo não passará de esclarecimentos que visam repor a verdade... 

 

2.º) Escutámos novamente o repúdio de Vara, Junqueiro & companhia em razão da devassa da vida privada de políticos que terão visto conversas suas plasmadas em órgãos de comunicação social. A ironia desta pujante capacidade de indignação é que, aquando da divulgação de um mail entre dois jornalistas do jornal PÚBLICO no Diário de Notícias, não se viram nem ouviram tão musculados guardiões da defesa ao direito à reserva da vida privada...

 

3.º) Por fim, as audições na Comissão de Ética. Fico desde já contente por ter sido possível recrutar na AR o número deputados necessário à formação de uma Comissão de... ÉTICA. No mais, temos visto um pouco de tudo: desde gagos bem falantes, passando pela oferta de livros e t-shirts, até à distribuição de fotocópias,  tudo tem servido para entreter o Zé Povinho. Sugiro a concepção de canecas, esferográficas e bonés alusivos às inquirições. Aquela atmosfera faz lembrar a "Feira dos 28", em Aveiro.  Há sempre uma pechincha...

 

Em resumo, vivemos no país do "Nem-Nem": NEM se descobre a Verdade, NEM se faz Justiça.

 

PS - Amanhã, segunda-feira, na SIC, Miguel Sousa Tavares (MST) entrevistará (o seu amigo) José Sócrates. Não aprecio a forma e o conteúdo do trabalho protagonizado, nos últimos anos, por MST em televisão.

Em abstracto, não aprecio jornalistas com uma agenda amiga do poder instituído.

Mas voltando ao programa Sinais de Fogo, e porque, como afiança MST no spot promocional, "não há nada mais importante que a Liberdade", reconheço que amanhã mudarei de canal. Sou LIVRE de ver gente e programas que reputo de mais sérios e interessantes. Em relação a MST, (ainda) tenho essa LIBERDADE. Ao contrário de MST, Manuela Moura Guedes não pôde continuar a fazer o seu Jrnal Nacional de 6.ª Feira. Era líder de audiências naquele segmento mas os cidadãos deixaram de poder julgar o seu trabalho. Todos ficámos diminuídos na nossa liberdade colectiva. É esta a consequência de quando alguém é silenciado só porque... não gostam do seu trabalho.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Para este Portugal de especialistas...

por alho_politicamente_incorreto, em 20.02.10

Novas qualificações

para os "porreiros" de sempre

 

·         Supervisora Geral de Bem-Estar, Higiene e Saúde - (mulher da limpeza);
·         Coordenador de Fluxos de Entradas e Saídas - (porteiro);
·         Coordenador de Movimentações e Vigilância Nocturna - (segurança);
·         Distribuidor de Recursos Humanos - (motorista de autocarro);
·         Especialista em Logística de Combustíveis - (empregado da bomba de gasolina);
·         Assessor de Engenharia Civil - (trolha);
·         Consultor Especialista em Logística Alimentar - (empregado de mesa);
·         Técnico de Limpeza e Saneamento de Vias Públicas - (varredor);
·         Técnica Conselheira de Assuntos Gerais - (cartomante/taróloga);
·         Técnica em Terapia Masculina - (prostituta);
·         Técnica Especialista em Terapia Masculina - (prostituta de luxo);
·         Especialista em Logística de Produtos Químico-Farmacêuticos - (traficante de droga);
·         Técnico de Marketing Direccionado - (vigarista);
·         Coordenador de Fluxos de Artigos - (receptador de objectos roubados);
·         Técnico Superior de Recolha de Artigos Pessoais - (carteirista);
·         Técnico de Redistribuição de Rendimentos - (ladrão);
  • Técnico Superior Especialista de Assuntos Específicos Não Especializados - (político). 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pág. 1/4



Mais sobre mim

foto do autor


Google Tradutor


Repto


No meio da rua...


Alhadas passadas

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D

Assinantes de feed

ASSINE NOSSO FEED

Feed

Gadget by Feed Burner modificado por bloggerenciado

Links

Educação

Outros BLOGS

Recursos